A IMPORTÂNCIA DE CONSOLIDARMOS O SETEMBRO AMARELO EM NOSSA REGIÃO🤚🤚

por Cris Bertaluci publicado 04/09/2019 17h14, última modificação 04/09/2019 17h14
A região Noroeste do Rio Grande do Sul é um dos locais com maior incidência de suicídio no Brasil. Os indicadores oficiais comprovam isso há vários anos e nos fazem ter a certeza de que não podemos mais deixar esse tema de lado, mas sim, colocá-lo como prioridade na agenda de políticas públicas e ações, se possível em todos os municípios que integram essa faixa territorial.

 

A região Noroeste do Rio Grande do Sul é um dos locais com maior incidência de suicídio no Brasil. Os indicadores oficiais comprovam isso há vários anos e nos fazem ter a certeza de que não podemos mais deixar esse tema de lado, mas sim, colocá-lo como prioridade na agenda de políticas públicas e ações, se possível em todos os municípios que integram essa faixa territorial.

Foi pensando desta maneira que, desde o início de 2019, ao assumir a presidência da Câmara de Vereadores de Três Passos, resolvi priorizar essa pauta, dialogando com o poder público municipal, com o Hospital de Caridade, com colegas do legislativo e com pessoas da comunidade. Ouvindo o incentivo de todos esses atores sociais, conseguimos construir uma proposta inicial de ações, que culminaram com a apresentação de um projeto de resolução, no último mês de agosto, instituindo no município o Setembro Amarelo, campanha nacional que busca difundir informações fundamentais para o trabalho de prevenção e combate ao suicídio, e que agora ganha um espaço definitivo no calendário de eventos de Três Passos e da Secretaria Municipal de Saúde.

Para marcarmos este avanço, estaremos desenvolvendo um evento na próxima semana, no dia 11, junto ao campus da Unijuí, em que serão trabalhadas uma série de informações, voltadas principalmente para os profissionais que atuam como agentes comunitários de saúde. A partir destes servidores, que realizam um contato fundamental e direto com a população, diariamente, poderemos evoluir muito no trabalho preventivo, com sensibilização, difusão de informações, atenção e reconhecendo possíveis sintomas que podem ser amenizados e tratados com os devidos preceitos médicos, mas sendo decisivo para uma diminuição nos números de casos efetivos de morte por suicídio.

Esta atividade terá a participação de profissionais da área da saúde e será voltada também para toda e qualquer pessoa de nossa comunidade que tenha disposição em participar, principalmente aquelas que convivem de algum modo com doenças da mente. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.

Falar sobre suicídio ainda é um tabu para muitos setores da sociedade. Porém, fica cada vez mais nítido de que é necessário conhecer o comportamento suicida, para que possamos prevenir. É um trabalho de muita sensibilidade, mas que depende da união de muitas mãos. Cerca de 60% das pessoas que morreram por suicídio nunca se consultaram com um profissional de saúde mental ao longo da vida. Esse é o momento de darmos um primeiro passo no sentido de mudarmos esta realidade.

Que o trabalho de Três Passos estimule outros municípios a também seguir este caminho. Para tanto, conclamamos a comunidade a estar atenta ao trabalho que será desencadeado neste Setembro Amarelo, através das mídias, do painel de debate no dia 11, e do trabalho dos agentes de saúde. Divulgue a campanha para seus amigos e familiares e nos ajude a salvar vidas!

Vinicius Bindé Arbo de Araujo
Presidente da Câmara de Vereadores de Três Passos