CONFIRA O RELATÓRIO FINAL DA CPI

por camaratp — publicado 26/11/2018 13h52, última modificação 26/11/2018 13h52
Na sexta-feira, dia 23 de novembro, às 15h, reuniram-se os membros da CPI, para realizar a leitura e votação do relatório contendo as conclusões dos trabalhos da mesma. A CPI foi criada para averiguar suposta irregularidade no cumprimento do horário de trabalho dos profissionais que atuam nos postos de saúde do nosso Município.

Na sexta-feira, dia 23 de novembro, às 15h, reuniram-se os membros da CPI, para realizar a leitura e votação do relatório contendo as conclusões dos trabalhos da mesma. 
A CPI foi criada para averiguar suposta irregularidade no cumprimento do horário de trabalho dos profissionais que atuam nos postos de saúde do nosso Município.
Confira a conclusão do voto do relator Flávio Habitzreiter:
“Diante do exposto, este Relator conclui que não foi possível comprovar irregularidades no cumprimento do horário de trabalho dos profissionais que atuam nos postos de saúde do nosso Município. Nesse ponto, vale registrar, que todos os profissionais ouvidos afirmaram que cumprem o seu horário de trabalho.
Restaram, apenas, algumas suspeitas de descumprimento que não puderam ser comprovadas através da CPI. Assim, por cautela, sugere-se ao Poder Executivo (em relação aos servidores ainda vinculados) e Ministério Público (em relação aos servidores que não integram mais o quadro) que apurem essas suspeitas, dentro do seu âmbito de competência.
Por fim, sugere-se ao Executivo Municipal a implementação de controle de jornada através de ponto eletrônico ou biométrico, para conferir maior transparência e autenticidade. ”

O voto foi acompanhado pelo presidente da Comissão, Edivan Baron, e recebeu voto contrário do vereador Arlei Tomazoni membro da CPI.

Confira aqui o relatório na íntegra bem como todo o trâmite da CPI: