Pais reivindicam instalação de câmeras nas escolas municipais de educação infantil

por Cris Bertaluci publicado 21/11/2017 13h09, última modificação 21/11/2017 13h09
No dia 20 de novembro de 2017, sob a Presidência do vereador Edivan Baron, foi realizada a sessão plenária ordinária semanal. Saiba mais...

No dia 20 de novembro de 2017, sob a Presidência do vereador Edivan Baron, foi realizada a sessão plenária ordinária semanal. 

 

Uma comissão de pais esteve na Câmara reivindicando a instalação de câmeras de vídeo monitoramento nas escolas municipais de educação infantil (creches) do nosso município, com um lilnk pela internet para que eles possam acompanhar o que acontece com as crianças dentro das escolas. 

 

A audiência pública sobre a Matriz Produtiva do Biodigestor – Fator de sustentabilidade, desenvolvimento regional e energia foi tema da Tribuna Popular, por parte da professora da UERGS Danni Maisa da Silva, e do Presidente da Assuipassos Elemar Hein.

Elemar disse que inicialmente, na nossa região, a Setrem e a Fahor iniciaram um estudo acerca da instalação de biodigestores em propriedades rurais como proposta de fonte renovável de energia, otimização de recursos existentes na propriedade e rentabilidade ao produtor. Em Três Passos, a proposta foi apresentada há 2 anos em uma palestra na FEICAP.

Após isso, diversas entidades engajadas na ideia solicitaram à Assembleia Legislativa a realização de audiências públicas para discutir o tema com a sociedade, sendo essa reivindicação atendida, com a realização de audiência pública na própria Assembleia, em seguida na cidade de Santa Rosa e a próxima audiência pública será em Três Passos.

Hoje, o uso de biodigestores com tecnologias apropriadas passa a ser incentivado por meio da aliança de entidades de diferentes pontos do nosso Estado, em uma proposta conduzida pela Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa, com o apoio de Secretarias Estaduais.

Uma comitiva já realizou viagem técnica à Alemanha e participou da maior feira de produção animal, onde buscou algumas referências, sendo que naquele país existem aproximadamente nove mil biodigestores gerando energia.

O nosso município já conta com as experiências da Granja Piaia, onde foram instalados sistemas eficientes de biodigestores, que tem gerado uma economia significativa na conta de energia elétrica.

 Uma das principais reivindicações apresentadas durante a audiência pública em Santa Rosa é a necessidade de haver linhas de crédito específicas para a instalação de biodigestores. Outra reivindicação feita na tribuna por Elemar foi a mudança na legislação para que a energia possa ser vendida para outras propriedades e não apenas compensada, pois será mais uma fonte de renda ao produtor rural e, para tanto, solicitou o apoio dos vereadores e seus Deputados, enfim, de todo o Poder Público. 

 

Danni destacou que a UERGS também é parceira da proposta e reiterou a importância da pesquisa nesta área diante do potencial que se tem para a produção de biofertilizantes, energia, gás, entre outros fatores econômicos e ambientais intrínsecos ao biodigestor.

A geração de energia por meio dos biodigestores representa uma atividade sustentável, ambientalmente correta e economicamente sustentável.

Elemar e Dani convidaram todos os munícipes, especialmente os suinocultores, para participar da Audiência Pública que será realizada no próximo dia 27 de novembro, no auditório do centro empresarial da Cacis e Sindilojas, às 14h.

 

Quatro proposições deram entrada na Câmara de Vereadores e foram lidos na sessão:

Projeto de lei nº 64/17 – substitutivo – estima a receita e fixa a despesa do município de três passos para o exercício financeiro de 2018 (Lei Orçamentária Anual).

O substitutivo é no sentido de adequar a redação do projeto em relação à orientação técnica (contábil e jurídica).

 

Projeto de lei nº 69/17 – dispõe sobre a alteração da lei municipal nº 5.286/2017 (lei e diretrizes orçamentárias).

A alteração é no sentido de prever no art. 31 do projeto o termo elemento da despesa, ao invés de modalidade de aplicação de despesa.

 

Projeto de decreto legislativo nº 3/17 – institui a medalha de honra ao mérito no Poder Legislativo, além do título de cidadão honorário, como forma de homenagear cidadãos três-passenses que prestaram relevantes serviços a nossa comunidade.

 

Emendas impositivas dos vereadores em relação ao projeto de lei nº 64/17 – lei orçamentária anual para o ano de 2018.

Cada emenda é no valor de R$ 66.397,37, que será repassado mensalmente ao Hospital de Caridade, em 11 parcelas, totalizando o montante aproximado de R$ 730.000,00.

 

Três projetos de lei tiveram adiadas a sua discussão e votação, em função de mensagens retificativas enviadas pelo Executivo Municipal:

Projeto de lei nº 66/17 – Dispõe sobre a autorização concedida à Amuceleiro, para retenção de valores correspondentes à prestação dos serviços de consultoria técnica pela empresa CDP – Consultoria em Direito Público, no valor mensal de R$ 1.500,00.

 

Projetos de lei nºs 67/17 e 68/17 - Autorizam a contratação emergencial de um operador de máquinas e de quatro motoristas, em função da suspensão judicial do último concurso público realizado.

 

Confira os projetos na íntegra aqui

Será realizada sessão plenária extraordinária para a votação destes projetos na próxima quarta-feira, 22 de novembro, às 13h30min.

 

Foi levado à primeira discussão o projeto de lei nº 64/17, que dispõe sobre a lei orçamentária anual para o próximo exercício financeiro, prevendo para a Prefeitura Municipal o montante de R$ 70.112.225,40; para o Instituto de previdência o valor de R$ 15.000.000,00; para a Câmara de Vereadores a quantia de R$ 1.750.000,00; totalizando o montante R$ 86.862.225,40.

 

Os vereadores Nader, Vinicius, Marli, Tocha, Ivo, Arlei, Rosani, Ido, Edivan e Maria Helena fizeram uso do espaço do Grande Expediente.

Confira os discursos dos vereadores AQUI

Confira também o vídeo da sessão acessando o perfil da Câmara no facebook

 Foram solicitados ao Senhor Prefeito Municipal os seguintes pedidos de providências e de informação:

- limpeza e utilização do terreno localizado na Av. Ijuí, entre as empresas Via Passos e Tonho Veículo, para utilização de estacionamento;

- utilização de pó de brita ou areia após a colocação de massa asfáltica em operações de tapa-buracos.

- se houve discussão com a sociedade para a instalação do semáforo no cruzamento das Ruas Daltro Filho e Getúlio Vargas;

- qual o motivo do não-repasse do valor de R$ 600.000,00 ao Hospital de Caridade, anunciado pelo Executivo Municipal no início deste ano;

- quais os motivos do afastamento de professores da creche Elso Paulo Severnini;

- colocação de cascalho na estrada do Cachimbo Perdido, nos trechos de terra vermelha.

 

CPI criada para averiguar suposta irregularidade na avaliação de imóvel teve prorrogado o seu prazo, por mais 30 dias, para a conclusão dos trabalhos, conforme Resolução de Mesa nº 24/17.

 

Sessão descentralizada: a próxima sessão (27 de novembro) será realizada no salão comunitário do Distrito da Floresta, a partir das 20h.

O objetivo da sessão descentralizada é aproximar a Câmara de Vereadores da comunidade três-passense, divulgar os trabalhos legislativos e ouvir os representantes da comunidade em relação às suas potencialidades e reivindicações.