Projeto Ler é Bom, Experimente! Foi Tema da Tribuna Popular

por Cris Bertaluci publicado 25/09/2018 13h45, última modificação 25/09/2018 20h18
A Sessão ordinária desta segunda-feira, 24 de setembro, sob a presidência do vereador Ido Rhoden, foi abrilhantada pela presença dos alunos e professores da Escola Ildo Meneghetti para falarem sobre a premiação referente ao Projeto “Ler é Bom, Experimente!”

A Sessão ordinária desta segunda-feira, 24 de setembro, sob a presidência do vereador Ido Rhoden, foi abrilhantada pela presença dos alunos e professores da Escola Ildo Meneghetti para falarem sobre a premiação referente ao Projeto “Ler é Bom, Experimente!”

Os alunos, Bernardo Caciamani e Gustavo Bondan, juntamente com as professoras Neldi Toquetto, Adelaide Winck e Cláudia Janner usaram o espaço da Tribuna Popular para falar sobre a premiação que receberam referente ao Projeto “Ler é Bom, Experimente!”, desenvolvido há 18 anos pelo Grupo de Projetos de Leitura com o apoio do Ministério da Cultura.

Os alunos receberam certificados de reconhecimento, porque tiveram as suas crônicas selecionadas no Concurso Nacional, as quais serão publicadas no livro “As melhores histórias dos projetos de leitura – Volume 10”.

Também as professoras receberam certificados pela dedicação a projetos que incentivam as práticas de leitura e escrita, bem como pelo resultado obtido no Concurso Nacional, sendo elas as coordenadoras da iniciativa na escola.

Desenvolvido há 18 anos pelo Grupo de Projetos de Leitura com o apoio do Ministério da Cultura, a iniciativa objetiva incentivar o hábito da leitura e estimular a criatividade dos jovens.

Ao todo participaram 350 escolas, beneficiando mais de 35 mil estudantes. Foram selecionados 108 textos, dentre eles duas crônicas dos alunos da Escola Municipal Ildo Meneghetti.

Cláudia esclareceu que o projeto acompanha a iniciativa de leitura desenvolvida na própria escola em que todos os dias, antes da aula, os alunos, desde a pré-escola até o 9º ano, fazem o momento da leitura.

Diante disso, aliado à leitura, os professores passaram a estimular também a produção escrita, o que veio ao encontro do Projeto “Ler é Bom, Experimente!”.

Logo, a premiação é o reconhecimento do esforço mútuo entre professores, coordenação, alunos e pais.

Adelaide enfatizou sua grande emoção e agradecimento ao mentor do Projeto “Ler é Bom, Experimente!”.

Laé de Souza, escritor que preocupado com o déficit educacional e inconformado com o slogan "Brasileiro não gosta de ler" vem criando, desde 1988, projetos de leitura, objetivando gerar alternativas que favoreçam e criem o hábito da leitura.

Aperfeiçoando o projeto de acordo com a realidade, a escola Ildo Meneghetti buscou criar alunos leitores para formar um Brasil de leitores e, consequentemente, um povo culto que saiba expressar suas ideias e opiniões e, assim, lutar por dias melhores.

O gênero textual crônica, adotado no Projeto, tem como objetivo fazer com que o aluno observe e pense sobre o que está a sua volta todos os dias e, assim, crie seu próprio estilo de escrita.

Destacou ainda que escrever não é tarefa fácil; é um processo lento, mas com muito esforço de toda a comunidade escolar foi possível estimular os alunos pelo gosto da leitura e da escrita. Por fim, os professores tiveram a difícil tarefa de escolher como melhores da escola apenas 3 textos.

Neldi explanou que cada aluno escolheu a crônica que mais gostou, adotando-a como suporte para escrever o seu próprio texto; que o hábito da leitura na escola desde a pré-escola contribuiu para o desenvolvimento da escrita com propriedade.

Gustavo destacou que para escrever sua crônica observava coisas do dia-a-dia e contou com o incentivo da sua professora Adelaide.

Bernardo destacou que escreveu sua crônica a partir de observações que fez da casa da sua avó e tentou ser o mais original possível.

Acesse o Facebook da Câmara Municipal e assinta na íntegra a sessão com a participação da Escola Ildo Meneghetti.

PROJETOS VOTADOS E APROVADOS  POR UNANIMIDADE

Projeto de Lei Legislativa 18/18 –Fica instituído o Programa Municipal "Adote uma Parada de ônibus", que tem por finalidade receber a colaboração, diretamente, de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado, na implantação, melhoria e conservação de pontos de paradas de ônibus no município de Três Passos.

Projeto de Lei Ordinária 52/18 - O presente Projeto de Lei tem por objetivo autorizar o Poder Executivo Municipal a proceder na contratação emergencial de um médico para atuar junto à Estratégias de Saúde da Família (ESF).

Projeto de Lei Ordinária 53/18 tem por objetivo autorizar o Poder Executivo Municipal na alteração da Lei Municipal nº 5.350/2018 (doar lotes urbanos para regularização fundiária de interesse social do núcleo urbano Frei Olímpio), a fim de que seja observado o art. 17, §4º da Lei 8.666/93 em sua integralidade - há necessidade de constar de forma expressa na lei o prazo de cumprimento dos encargos, sob pena de nulidade do ato.

OS SEGUINTES PROJETOS DE LEI FORAM LIDOS NA SESSÃO E OS PRESIDENTES DAS COMISSÕES JÁ DESIGNARAM O RELATORES DOS PROJETOS:

Projeto de Lei 54/18 – Autoriza a abertura de um crédito de 3.000 visando a correta contabilização de despesas com indenizações e restituições dentro da Procuradoria Geral do Município.

Relator da Comissão de Orçamento e Finanças: Vereador Arlei Tomazoni

Projeto de Lei Nº 55/18 - Autoriza o Poder Executivo Municipal a proceder na concessão de parcelamento especial da dívida ativa aos contribuintes em débito com o fisco municipal decorrente da aplicação integral do art. 53, caput, e incisos I e II do Código Tributário do Município de Três Passos, com redação dada pela ei Complementar nº 22/2012.

Relator da Comissão de Orçamento e Finanças: Vereador Arlei Tomazoni

Relator da comissão de Constituição e Justiça: Vereador Willian Heineck (Tocha)

Projeto de Lei Nº 56/18 - Autoriza a contratação emergencial de um Fiscal Tributário e dá outras providências.

Relator da Comissão de Orçamento e Finanças: Vereador Flávio Habitzreiter

Relator da Comissão de Constituição e Justiça: Vereador Willian Heineck (Tocha)

Projeto de Lei Nº 57 - Autoriza a contratação emergencial de um Fiscal de Obras e dá outras providências.

Relator da Comissão de Orçamento e Finanças: Vereador Flavio Habitzreiter

Relator da Comissão de Constituição e Justiça: Vereadora Rosani do Nascimento

Projeto de Lei Nº 58/18 - Autoriza o Poder Executivo Municipal a proceder na contratação emergencial de 01 (um) geólogo legalmente habilitado.

Relator da Comissão de Orçamento e Finanças: Vereador Flavio Habitzreiter

Relator da Comissão de Constituição e Justiça: Vereadora Rosani do Nascimento

Projeto de Lei Nº 59/18 - Autoriza a abertura de licitação, na modalidade concorrência, para a concessão onerosa de uso de bem público e dá outras providências

Relator da Comissão de Orçamento e Finanças: Vereador Vinicius de Araújo

Relator da Comissão de Constituição e Justiça: Vereadora Rosani do Nascimento

Projeto de Lei Nº 60 - Autoriza a abertura de licitação na modalidade de concorrência, para a concessão onerosa de bem público e dá outras providências.

Relator da Comissão de Orçamento e Finanças: Vereador Vinicius de Araújo

Relator da Comissão de Constituição e Justiça: Vereador Willian Heineck (Tocha)