Sessão Descentralizada - Distrito Alto Erval Novo

por camaratp — publicado 27/11/2018 09h35, última modificação 27/11/2018 12h40
A Sessão de ontem, dia 26 de novembro, ocorreu de forma Descentralizada no salão do no Distrito de Alto Erval Novo. A Sessão Descentralizada tem o objetivo de aproximar o Legislativo três-passense da comunidade, ouvindo suas reivindicações e potencialidades, da mesma forma a comunidade tem a oportunidade de conhecer um pouco do Processo Legislativo.

A Sessão de ontem, dia 26 de novembro, ocorreu de forma Descentralizada no salão do no Distrito de Alto Erval Novo.

A Sessão Descentralizada tem o objetivo de aproximar o Legislativo três-passense da comunidade, ouvindo suas reivindicações e potencialidades, da mesma forma a comunidade tem a oportunidade de conhecer um pouco do Processo Legislativo.

A diretora da Escola Wally Elisa Hartmann, Carla Berwange e a senhora Ivete Thiele foram as porta-vozes da comunidade.

Carla destacou que a  Escola Municipal de Ensino Fundamental Wally Elisa Hartmann, de Alto Erval Novo,  conta com 71 alunos matriculados, da educação infantil ao nono ano, dez professores, dois funcionários, uma orientadora em desenvolvimento rural, uma professora do Mais Alfabetização.

Declarou que está na direção há três anos consecutivos afirmando que a comunidade é muito participativa e que abraça a escola, desta forma realizando o trabalho integrado com as famílias, havendo grande parceria e diálogo com os pais e o círculo de pais e mestres no planejamento e desenvolvimento das atividades.

Neste ano os projetos desenvolvidos nas escolas giram em torno do tema central: “20 ANOS DO PROGRAMA SEMEANDO” com o objetivo de resgatar valores, com foco na autoestima e a valorização do trabalho das famílias.

Destaque de alguns programas realizados pela escola:

O Relógio Biológico que foi construído em aulas do Programa Semeando Educação e Saúde na Agricultura Familiar em parceria com o Grupo COM-VIDA. Este tem por finalidade resgatar o cultivo, indicação e uso de plantas medicinais;

Projeto Com vida, coordenado pela professora de ciências, em turno inverso a sala de aula, que desenvolve atividades com os alunos voltadas a conscientização ambiental e o cuidado com o espaço escolar.

A horta escolar pedagógica que busca desenvolver prática de cultivo de hortaliças na implementação da merenda escolar e a conscientização sobre a importância de uma alimentação saudável, com a produção sem uso de agrotóxico, com o uso de plantas repelentes de insetos e outros repelentes naturais, com a participação das acadêmicas da UERGS,

Produção de mudas nativas e frutíferas no viveiro pedagógico,

A Composteira de Resíduos Orgânicos, cujo projeto visa a conscientização do destino correto dos resíduos e de seu aproveitamento na produção de alimentos saudáveis, complementando a merenda escolar, contamos com o apoio da Corsan na implementação.

O Projeto Educação Fiscal que objetiva o exercício consciente e responsável da cidadania, conhecer mais sobre os tributos, impostos e o retorno destes em serviços para a comunidade.

Projeto Cinema na Escola, oportunizar a participação de oficinas cinematográfica, proporcionando aos educandos, o contato teórico e reflexivo sobre a linguagem cinematográfica. Neste ano o filme produzido pela escola foi um documentário sobre o salão de Molas Lira e participou do Festival de cinema, no cine globo.

O projeto Rádio Escola, onde os alunos gravam programas, aprendendo a edição, se familiarizam com mais estas tecnologias e depois é apresentado para os alunos.

Um ponto alto do trabalho é a realização da Troca de sementes entre as famílias, onde envolve-se alunos, pais, através da pesquisa de sementes, valorizando o conhecimento que é passado de pai para filho e incentivando o cultivo de alimentos de subsistência, de forma mais saudável, sem o uso de agrotóxicos. Treino no turno inverso, uma vez na semana, com o objetivo de incentivar e aprimorar a prática esportiva.

Participação do Projeto Mais alfabetização, onde uma professora atende alunos dos anos iniciais, uma vez na semana, em forma de reforço escolar em atendimento mais individualizado.

Atendimento Educacional Especial para as crianças com necessidades especiais.

Programa Saúde na Escola, com avaliação da saúde das crianças, através da pesagem, medida antropométrica, saúde bucal, inclusive tendo o acompanhamento mensal do dentista e a participação da equipe do Posto Santa Inês e agentes de saúde, desenvolvimento de palestras envolvendo temas relacionados como alimentação saudável, sexualidade, uso de drogas, entre outros.

 A senhora Ivete Thiele, salientou que fica difícil de apresentar dados reais do Distrito, tendo em vista a falta de um técnico agrícola específico da comunidade.

Declarou que é uma comunidade que se destaca  em diversas produções, entre as principais a suinocultura, aviários, duas agroindústrias e apesar de estar defasada  ainda existem agricultores na produção leiteira.

Reivindicou a volta dos técnicos agrícolas para que estes possam auxiliar e orientar os produtores, destacando que o programa semeando deu resultado, lembrando que estes técnicos atuavam nas escolas, onde muitos alunos permaneceram no interior por causa destas orientações.

Destacou a atividade da Diretora Carla junto da comunidade.

Lembrou que na sessão descentralizada realizada em 2015 no distrito, já havia sido solicitada a cobertura para a quadra de esportes da escola, uma reivindicação antiga, tendo em vista que não beneficiaria somente os alunos mas sim toda a comunidade, um espaço para as famílias.

Falou sobre as estradas, que o ideal seria que as máquinas permanecessem no Distrito até concluírem todo o serviço.

Reivindicou melhorias para o salão comunitário.

Parabenizou os vereadores pela iniciativa da sessão descentralizada e que sejam sempre os fiscais da comunidade.

O presidente da Câmara, vereador Ido Rhoden, agradeceu a presença da comunidade presente e  destacou que todas as reivindicações feitas serão encaminhadas ao executivo.

 

PROJETOS LIDOS NA SESSÃO

  Projeto de Lei nº 81/18 – institui turno único no serviço da prefeitura municipal, das 7h às 13h, no período de 3 de dezembro de 2018 a 28 de fevereiro de 2019.

O turno único não se aplica às atividades de educação e ensino, exceto à Secretaria Municipal de Educação, e coleta de lixo, que manterão seu funcionamento nos moldes atuais.

A Secretaria Municipal de Saúde, os Agentes Comunitários de Saúde e as Agentes Comunitárias de Endemias terão seu horário em turno único compreendido das 07h às 13h, à medida que todas as Estratégia Saúde da Família-ESFs, Unidade de Saúde Prisional, Centro de Atenção Psicossocial-CAPS, Núcleo Ampliado de Saúde da Família- NASF, não se aplicará o turno único, mantendo-se o horário de atendimento normal.

No  Parque de Máquinas do Município  e aos servidores que ocupam os cargos de garis e varredores, o turno único será compreendido no horário das 06h às 12h.

 

- Projetos de Leis nºs 82/18, 83/18 e 84/18 – autoriza a abertura de créditos especiais no orçamento vigente nos valores de R$ 34.666,00, R$ 34.833,00 e R$ 30.666,00, repassando os veículos spin, que eram usados pela secretaria municipal de saúde, para o setor tributário, para o setor de obras e para a secretaria de administração.

 

- Projeto de Lei nº 85/18 – altera a lei municipal nº 5.374/2018, prevendo a contratação emergencial de mais um médico, que atuará no ESF do Distrito de Bela Vista.

 

- Projeto de Lei Legislativa nº 22/18 – institui o turno único de serviço na câmara de vereadores, das 7h às 13h, no período de 3 de dezembro de 2018 a 28 de fevereiro de 2019.

 

PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS:

Para revisão e correção do asfalto colocado nas ruas transversais entre as Av. Júlio de Castilhos e Santos Dumont, que são as seguintes: Ruas Bento Gonçalves, Seredo Braun, Dom João Becker e Ricardo Rückert.